Responsabilidade de todos

Cidadania Digital

Cidadania digital é um dos inúmeros conceitos que surgiram como consequência do advento da internet e das novas ferramentas digitais que fazem parte do dia a dia das pessoas.

Praticas de Cidadania Digital

A prática da cidadania digital diz respeito ao uso responsável da tecnologia no mundo virtual. No século 21, é uma habilidade necessária para, entre outras coisas, proteger dados, saber como se comportar on-line e filtrar a variedade de conteúdos disponíveis no ambiente virtual.
cidadania digital, portanto, se aplica a todo indivíduo que utiliza a internet de maneira apropriada e eficaz. Apesar de sua importância, o conceito ainda não conta com a popularidade que merece. Para mudar esse cenário, algumas instituições de ensino e professores já incluem o ensino de cidadania digital no currículo dos alunos, abordando tópicos como cyberbullying, segurança digital, uso adequado de redes sociais e outros.

Empatia

A empatia é o ponto de partida do ensino da cidadania digital, porque é crucial para entender como as pessoas falam e se comportam on-line..

Funcionamento da internet

A internet é uma rede de servidores e computadores interconectados que direcionam as solicitações do navegador da web por meio de uma rede de conexão com ou sem fio. 

Dados do Usuario

Compreender o funcionamento da internet, por meio de uma sofisticada interconexão de ferramentas digitais, facilita o entendimento de elementos-chave da cidadania digital, como os dados do usuário. 


Alfabetização digital

A alfabetização digital é a prática de ler informações on-line e entender o que elas significam, de onde se originaram e se são precisas.
Por isso, é um dos conceitos mais complexos da cidadania digital – mas também um dos mais importantes. 

Clickbait

Clickbait é qualquer texto, título de vídeo ou chamada de notícia elaborado deliberadamente para despertar o interesse de alguém e gerar cliques – mesmo que, para isso, divulgue mentiras ou fatos distorcidos. De modo geral, o clickbait é utilizado por organizações que desejam levar visitantes a seus sites para que possam exibir anúncios e gerar receita.

clickbait também é usado por proprietários de sites maliciosos que desejam infectar os computadores de pessoas com malwares. Entender o que é clickbait e como identificá-lo pode fazer a diferença entre ser um bom ou um mau cidadão digital, além de prevenir infecções do sistema por vírus maliciosos ou a divulgação de notícias falsas – as famosas fake news.

Fake news

Fake news são, como o próprio nome indica, notícias falsas, deliberadamente publicadas e divulgadas para propagar informações mentirosas ou tendenciosas sobre um assunto de interesse público.

São comumente associadas a títulos clickbait, para atrair leitores e alterar a opinião das pessoas com afirmações falsas e, na maior parte das vezes, prejudiciais tanto para o indivíduo como para a sociedade em geral. Aprender a distinguir uma notícia verdadeira de uma notícia falsa é imprescindível para a prática da boa cidadania digital.

Exclusão digital

A exclusão digital se refere à disparidade entre aqueles que têm acesso a ferramentas digitais modernas, como computadores e internet, e aqueles que não têm. O acesso a computadores e à internet ainda é restrito em todas as partes do mundo, o que significa que aqueles que vivem na pobreza não têm o mesmo nível de acesso que aqueles que possuem maior renda. Reconhecer a existência desse abismo também é importante para a cidadania digital.

Bem-estar digital

Bem-estar digital é a prática de abster-se do uso da internet e mídias digitais por alguns períodos. Em outras palavras, é “fazer uma pausa” das telas. O bem-estar digital é importante porque passar muito tempo diante da tela pode causar efeitos adversos nas pessoas, sobretudo as mais jovens, que tendem a passar mais tempo conectados e podem acabar enfrentando problemas como sedentarismo, prejuízo à visão, dificuldades de sociabilização, danos à memória, entre outros.

Proteção dos dispositivos digitais

.O elemento final para se tornar um bom cidadão digital é proteger os dispositivos digitais. O roubo de dados, por exemplo, afeta cerca de 3 milhões de pessoas todos os anos somente nos Estados Unidos. Por isso, o cidadão digital deve saber como proteger seus computadores, smartphones, contas de e-mail e redes sociais e outros dispositivos de acesso à internet.

Reproduzir vídeo